Siga-nos

Jogos e Resultados

Bugre sai perdendo, busca o empate, mas sofre gol aos 49 e perde em Fortaleza

Publicado

em

Chegou a hora de estrear na Série B do Campeonato Brasileiro, tudo diferente, competição diferente e escalação diferente para mais uma competição importantíssima, o último degrau que separa o Bugre dos seus merecidos lugares.

Só o Bugre entrou em campo na abertura do protocolo da partida. Imagem: Reprodução – SporTV.

E o técnico Umberto Louzer já surpreendeu na escalação da equipe. Nada de três zagueiros, sem contar com cinco jogadores titulares na campanha do título da Série A2. O Bugre foi a campo com:

Bruno Brígido; Lenon, Philipe Maia, Anderson e Marcílio, Denner, Ricardinho, Kevin e Rondinelly; Caíque e Pedro Bortoluzo.

E de cara a primeira lambança da competição, mesmo jogando em casa o Fortaleza conseguiu chegar atrasado ao estádio e na abertura da competição, naquele protocolo de execuções de hinos intermináveis, apenas o Guarani entrou em campo ao lado da arbitragem.

 

Dentro de campo

Os primeiros minutos do jogo foram marcados por muito equilíbrio com os dois times tentando chegar ao ataque, mas as defesas prevaleciam. Detalhe, logo na primeira falta da partida o árbitro deu cartão amarelo para Philipe Maia, aos 04 minutos de jogo. E o árbitro não aliviava em campo, na segunda falta, aos 09 minutos ele deu cartão amarelo para Marcílio, metade da defesa Bugrina praticamente começava o jogo pendurada em campo.

Bruno Brígido faz boa defesa na cabeça da de Gustavo. Imagem: Reprodução – SporTV.

A primeira chance real de gol foi do Fortaleza, aos 11 minutos cobrança de escanteio pela direita, a zaga do Guarani não subiu e Gustavo conseguiu cabecear no meio de três marcadores com perigo, mas Bruno Brígido estava bem colocado e fez boa defesa, em dois tempos.

O Fortaleza tinha muita posse de bola, mas não chegava com perigo, já o Bugre jogava visivelmente esperando o contra ataque que até surgiu em velocidade com Rondinelly que arrancou e da entrada da grande área bateu pro gol, mas pegou mal na bola que saiu à direita. A bola parada também era uma boa opção, aos 28 minutos Rondinelly cobrou escanteio da direita e colocou boa bola na cabeça de Philipe Maia, o zagueiro Bugrino cabeceou forte, mas pegou um pouco embaixo da bola, jogando por cima do travessão.

Torcida do Guarani presente na Arena Castelão – Imagem: Reprodução SporTV.

Aos 32 minutos o Fortaleza voltou a ameaçar numa arrancada de Gustavo que da entrada da grande área pela direita bateu cruzado, pela linha de fundo. No minuto seguinte o Fortaleza ameaçou de novo num chute de muito longe de Jean Patrick, a bola ainda quicou na frente de Bruno Brígido buscando o canto esquerdo, mas o goleiro Bugrino caiu bem e conseguiu espalmar pela linha de fundo. Aos 39 minutos numa troca de passes pela direita a bola sobrou para Tinga que bateu de primeira, assustando, mas por cima do travessão.

O primeiro tempo acabou, o jogo era bom, mesmo com maior posse de bola do Fortaleza o Bugre estava bem posicionado em campo. Insuportável era a transmissão do Canal SporTV, mais especificamente pelos comentários do profissional Sergio Xavier, totalmente desinformado sobre o Guarani, limitando-se a enaltecer o time da casa. Uma pena, não é transmissão local, é canal por assinatura com sinal ao vivo para todo o Brasil.

O Bugre voltou para a segunda etapa sem nenhuma alteração, mas em um ritmo diferente, buscando mais o ataque, com duas boas arrancadas nos primeiros três minutos. O Fortaleza também ameaçou aos 04 minutos, numa trama pelo lado direito a bola sobrou para Gustavo que bateu pro gol, mas a bola desviou na zaga e sobrou tranquila pra Bruno Brígido. Aos 07 minutos outra vez Gustavo, agora de cabeça, jogou a bola cruzada pela linha de fundo.

Em seguida o personagem do jogo, o árbitro, apareceu de novo ao dar cartão amarelo para Bruno Brígido alegando que o goleiro Bugrino estava fazendo cera. Agora mais da metade da defesa estava amarelada, enquanto o Fortaleza que cometeu faltas pesadas não recebeu nenhum cartão até então.

O Bugre não segurou o ritmo, aos poucos o Fortaleza foi reassumindo o domínio da partida e passou para a pressão. Aos 13 minutos Dodo arriscou um chute da esquerda de fora da área que saiu perigoso, cruzado, pela linha de fundo. Aos 14 minutos o Fortaleza entrou trocando passes no meio da grande área Bugrina e Edinho bateu para o gol, Lenon apareceu para travar o chute e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 15 minutos outra jogada de Edinho, outra vez pela direita e ele cruzou para a grande área, a bola atravessou toda a defesa sem ninguém chegar para o corte, para sorte do Bugre Gustavo tentou no carrinho com o gol aberto, mas não alcançou a bola que acabou desviada por Bruno Brígido.

Tinga recebe no meio da marcação e marca para o Fortaleza – Imagem: Reprodução – SporTV.

O Bugre não se arriscava mais no ataque, apenas assistia o Fortaleza buscar o gol e se limitava a defender, e aos 18 minutos a tática não deu certo. Outra vez Edinho fez a jogada, outra vez pelo lado direito, desta vez ele passou pela marcação de Caíque e viu a penetração do lateral direito Tinga e tocou como quis, no meio da zaga Bugrina, Tinga ajeitou o corpo e bateu forte no canto esquerdo de Bruno Brígido, sem nenhuma chance. Gol do Fortaleza, Fortaleza 1×0 Guarani.

E bastou sofrer o gol para o Bugre começar a sair da defesa e buscar o ataque.

Aos 25 minutos Rondinelly arrancou pela esquerda e cruzou para a grande área, Pedro Borto0luzo de jogou na bola no carrinho e desviou, a bola saiu pela linha de fundo à esquerda, mas o auxiliar já havia marcado impedimento.

Logo em seguida Umberto fez sua primeira alteração, saiu Kevin, apagado em campo, para a entrada de Matheus Serafim, o Bugre queria o empate e o empate quase saiu em seguida, aos 28 minutos Rondinelly arrancou pela direita e bateu colocado, rasteiro, buscando o canto esquerdo de Matheus Inácio que conseguiu, de ponta de dedos, tocar pela linha de fundo, evitando o gol do Bugre.

Pedro Bortoluzo aproveita o rebote e mete pro fundo do gol, GOLLLLL DO BUGRE!!!! Imagem: Reprodução – SporTV.

Mas na cobrança de escanteio o gol saiu! Rondinelly cobrou bem na cabeça de Caíque que surgiu rápido no primeiro pau e cabeceou para o gol, o goleiro Matheus Inácio conseguiu no puro reflexo fazer a defesa, mas reboteou a bola no meio da pequena área onde Pedro Bortoluzo chegou como um raio e encheu o pé, com muita raiva metendo a bola no fundo do gol! Gol do Bugre, gol do empate, foi só buscar que o gol saiu, Pedro Bortoluzo marca o primeiro do Guarani na Série B de 2018 e sai comemorando como um seifador. Fortaleza 1×1 Guarani.

Logo em seguida Umberto fez sua segunda alteração, saiu Denner para a entrada de Luan e o gol fez bem ao Guarani que passou a buscar a virada. Aos 34 minutos Pedro Bortoluzo puxou o contra ataque, insistiu na jogada e bateu firme pro gol, outra vez no reflexo Matheus Inácio fez a defesa, outra vez dando rebote, mas desta vez ninguém do Bugre apareceu, quase o gol da virada.

Aos 41 minutos veio a terceira alteração, Umberto tirou Pedro Bortoluzo para a entrada de Edson Silva.

O Bugre havia se fechado novamente e o Fortaleza se lançava pro campo de ataque em busca do segundo gol, o árbitro deu 05 minutos de acréscimos e aos 48 minutos Bruno Brígido conseguiu evitar o segundo gol num chute forte de Dodo, mas aos 49 o Bugre levou o segundo.

Gustavo cobra falta e acerta o ângulo esquerdo de Bruno Brígido. Fortaleza 2×1 Guarani. Imagem: Reprodução – SporTV.

Falta de Ricardinho na meia direita, Gustavo foi para a cobrança e acertou a bola no ângulo esquerdo de Bruno Brígido, por cima da barreira, sem chances para o goleiro Bugrino. Um castigo, aos 49 minutos, Fortaleza 2×1 Guarani, e o árbitro só estava esperando o segundo gol pra acabar a partida depois de 05 inexplicáveis minutos de acréscimos.

Final de jogo em Fortaleza, o Bugre estreia com derrota na Série B e mostra uma cara um pouco diferente. Saiu o time com o quarteto rápido e envolvente e entrou em campo um time fechado, esperando os contra ataques, mas nem por isso numa má atuação. Saiu atrás, mostrou poder de reação, foi buscar o empate, poderia ter marcado o segundo gol, mas ai optou por apenas se defender quando o Fortaleza estava assustado ao sofrer o gol de empate, e ao final foi castigado com um gol de falta no último lance do jogo.

Agora a reação tem que vir no próximo sábado no Brinco de Ouro quando o Bugre recebe o Sampaio Corrêa pela segunda rodada da competição.

 

Marcos Ortiz

 

 

 

Advertisement

Melhores Momentos – Guarani 2×3 Fiqueirense


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima partida

Campeonato Brasileiro - Série B

Paysandu-PA X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

Local: Estádio da Curuzu
Data: 24/07/2018
Horário: 20:30

 

+ Recentes

Jogos e Resultados

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.