Siga-nos

Destaque

DE VIRADA!!! Bugre bate o CSA por 2×1 e vence a primeira fora de casa na Série B

Publicado

em

Rafael Longuine comemora o segundo gol, gol da vitória Bugrina em Alagoas - Imagem: Reprodução - Premiere FC.

Mistério desfeito, antes do início da partida Umberto divulgou o time titular do Bugre com três alterações em relação à partida contra o Juventude e uma surpresa, o meia Rondinelly sequer viajou para Maceió.

O Bugre entrou em campo tentando sua primeira vitória com Bruno Brígido; Kevin, Edson Silva, Everton Alemão e Pará; Baraka, Ricardinho, Denner e Rafael Longuine; Guilherme e Bruno Mendes.

Debaixo de chuva no estádio Rei Pelé a missão era buscar os primeiros três pontos como visitante na Série B e voltar a Campinas com um pouco mais de tranquilidade na classificação.

Dentro de Campo

Logo aos 04 minutos veio o primeiro erro do sistema defensivo Bugrino, Pará recebeu a bola na entrada da grande área, tentou sair jogando, mas saiu muito mal e acabou perdendo a bola, ela foi tocada para Didira que, pra sorte do Bugre, sozinho e com muita liberdade bateu pro gol, o chute saiu fraco e Bruno Brígido conseguiu fazer a defesa.

Sem goleiro Bruno Mendes chuta em cima do zagueiro e perde um gol feito em Maceió. Imagem: Reprodução – Premiere FC.

Apesar do erro defensivo o Guarani era melhor em campo e ocupava o campo de ataque buscando o primeiro gol que teria saído se aos 12 minutos Bruno Mendes não perdesse um gol incrível quando o zagueiro Xandão tentou recuar a bola de cabeça para o goleiro Cajurú que saiu mal do gol. A bola passou pelo goleiro e ele, em velocidade, dominou e já dentro da pequena área bateu para o gol, mas chutou em cima de Xandão quase em cima da linha desperdiçando um verdadeiro gol feito. No lance o goleiro Cajurú teve uma torção de joelho e teve que ser substituído por Mota.

Desviada pelo zagueiro Edson Silva a bola entra no contrapé de Bruno Brígido – CSA 1×0 Guarani. Imagem: Reprodução – Premiere FC.

Aos poucos o CSA foi recuperando espaço em campo e passou a tentar, quase sempre em chutes de fora da grande área, abrir o placar, e foi assim que conseguiu. Aos 26 minutos Rafinha cobrou uma falta de longe, da intermediária, o chute saiu forte e rasteiro, mas completamente torto e sairia longe do gol, mas a bola desviou em Edson Silva e matou o goleiro Bruno Brígido que já caía para o canto esquerdo, tentou voltar, mas viu a bola entrar no contrapé. CSA 1×0 Guarani, é o ditado do quem não faz, toma fazendo-se valer no estádio Rei Pelé.

Perdendo por 1×0 o Guarani sentiu e passou a errar muitos passes no meio de campo, também pelo recuo do CSA que passou a marcar com todos os seus jogadores no seu campo defensivo, tentando jogar no contra ataque.

Aos 35 minutos o Bugre teve uma boa chance de empatar, falta cobrada por Pará pela direita e a bola chegou na cabeça de Ricardinho, dentro da grande área, ele subiu e cabeceou tentando tirar a bola do goleiro, conseguiu, mas ela subiu e saiu perto do travessão, mas por cima do gol. No lance, equivocadamente o auxiliar marcou impedimento de Ricardinho que estava em condição legal.

Se tentava o gol, o Bugre sofria com as bolas paradas do CSA, com o gramado molhado, aos 37 minutos Daniel Costa cobrou uma falta da esquerda, o chute saiu perigoso em direção ao gol, Bruno Brígido tentou encaixar mas não conseguiu e deu rebote nos pés do atacante adversário que chutou pra fora, o lance estava paralisado com um impedimento de Niltinho marcado, mas assustou.

Everton Alemão escorrega e perde gol no erro do goleiro do CSA. Imagem: Reprodução – Premiere FC.

Se o CSA achou o jeito de jogar com chutes de longa distância num gramado molhado, o Guarani apostou no contrário, tentava trocar passes e errava, se expondo à velocidade do adversário e cometia muitas fatas próximas à grande área, numa delas, aos 47 minutos Baraka recebeu cartão amarelo. Em um primeiro tempo com 07 minutos de acréscimos ainda deu tempo de o Guarani perder mais um gol, aos 49 minutos Denner cobrou falta da esquerda, o goleiro Mota tentou segurar e soltou a bola no pé de Everton Alemão que escorregou, com o gol aberto, e acabou se enrolando com o goleiro, perdendo outro gol certo.

Aos 52 minutos o árbitro encerrou a primeira metade do jogo com o placar parcial de CSA 1×0 Guarani.

Para a segunda etapa o técnico Umberto voltou com a mesma equipe, sem nenhuma alteração. Precisando recuperar o placar adverso, a expectativa era para que o time tivesse mais objetividade e principalmente conseguisse aproveitar as chances de gol que surgissem, mas o time voltou novamente errando muitos passes nos minutos iniciais e em mais um erro de passe, aos 05 minutos, a jogada começou num contra ataque do CSA e terminou num cruzamento de Celsinho da direita para Michel Douglas que cabeceou com total liberdade, nas mão de Bruno Brígido.

Aos 10 minutos o gol de empate saiu. Kevin fez um lançamento belo longo na direita e achou Guilherme em velocidade, no campo de ataque, como se fosse um ponta direita ele dominou a bola, avançou e bateu cruzado no canto direito do goleiro Mota, sem nenhuma chance de defesa, um belo gol de Guilherme e o Bugre empatava o placar em Maceió. CSA 1×1 Guarani.

Guilherme avança, invade a grande área e marca o gol de empate do Bugre. CSA 1×2 Guarani – Imagem: Reprodução – Premiere FC.

Com o gol o time cresceu em campo e não demorou muito para chegar à virada do placar, aos 14 minutos Rafael Longuine recebeu a bola num erro da zaga do CSA na meia pela direita, viu o goleiro Mota adiantado e bateu por cobertura metendo a bola no fundo das redes. Um golaço de Rafael Longuine, seu primeiro gol com a camisa Bugrina, era tudo o que o Bugre precisava, CSA 1×2 Guarani com 15 minutos de jogo para dar tranquilidade à equipe rumo a sua primeira vitoria fora de casa na Série B.

De longe Rafael Longuine vê o goleiro adiantado e marca um golaço de cobertura, a virada do Bugre! CSA 1×2 Guarani – Imagem: Reprodução – Premiere FC.

Vencendo o jogo, o Bugre finalmente tinha tranquilidade em campo e podia administrar o resultado diante do desespero do CSA que se lançava ao ataque tentando o empate.

Aos 33 minutos Umberto fez sua primeira alteração, saiu Denner para a entrada de Willian Oliveira que estreou com a camisa Bugrina. Pouco depois, aos 35 veio a segunda, saiu Guilherme para a entrada de Caíque. O Bugre vencia o jogo, conseguia chegar com perigo ao campo de ataque, mas continuava fazendo faltas próximas à grande área, única forma encontrada pelo CSA para tentar empatar a partida.

Aos 37 minutos Louzer mexeu pela terceira vez, saiu Rafael Longuine para a entrada de Erik.

Foi um jogo inteligente, o time desta vez mesmo ganhando o jogo fora de casa não recuou chamando o adversário pro seu campo defensivo e nos minutos finais ainda teve tranquilidade para prender a bola no campo de ataque, mas ainda deu tempo de levar um susto nos minutos finais. Aos 48 minutos uma falta para o CSA frontal, mas da intermediária que Rafinha bateu outra vez forte, com perigo, à esquerda de Bruno Brígido, raspando a trave., evitando riscos.

Uma vitória importantíssima e maiúscula do Bugre. Importante porque, alem de encerrar um londo jejum de 11 meses sem vencer fora de casa pela Série B, mostra que o time é capaz de vencer fora de casa e brigar por algo maior na competição ao bater o vice líder em seus domínios. Mais ainda, vitória de virada, mostrando poder de reação dentro do jogo.

Ufa!!! Como é bom vencer fora de casa! Comemora Bugrino!

Agora o time tem a chance de fazer uma sequência de bons resultados, depois de dois jogos fora de casa seguidos o Bugre terá duas partidas no Brinco de Ouro da Princesa, a primeira delas contra o Vila Nova no próximo sábado às 16:30.

Valeu Bugrão!!!

 

Marcos Ortiz

 

Advertisement

Melhores Momentos – Avaí 3×3 Guarani


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima partida

Campeonato Brasileiro - Série B

Guarani FC X Boa Esporte-MG

Campeonato Brasileiro - Série B

Local: Brinco de Ouro da Princesa
Data: 29/06/2018
Horário: 21:30

 

+ Recentes

Jogos e Resultados

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.