Siga-nos

Entrevistas

Guilherme se declara fã de Fumagalli e crava: “Temos mais história e mais torcida”

Publicado

em

Foto: GuaraniPress

O meia Guilherme já na sua apresentação fez questão de colocar mais pimenta no derbi do próximo dia 05 de maio. Em entrevista ao repórter Marcos Luiz da Radio Bandeirantes o jogador que era cotado como atleta da cidade de Campinas, mas em outro lugar, falou da sua chegada ao Guarani. Você pode ouvir a íntegra ou ler alguns trechos abaixo:

 

Tinha outros clubes que fizeram propostas, mas acabou que entre escolher um ou outro eu preferi escolher o Guarani pela camisa, pela Torcida, pela história eu preferi o Guarani. Tenho o perfil do Guarani, acho que vou me dar muito bem aqui” declarou o meia, que em seguida falou sobre sua escolha pelo Bugre entre os dois times de Campinas:

Eu não penso na… sei que é o maior rival, respeito a história deles, mas a gente sabe que a história do Guarani é muito maior, já vou dar uma apimentada na história, a gente sabe que a gente é Campeão Brasileiro, tem torcida maior aqui e eu me sinto em casa aqui” disse o jogador de 23 anos que agradeceu pela oportunidade de jogar pelo Bugre, sua primeira transferência depois de ser revelado e passar cinco anos no Ituano.

E Guilherme foi além ao falar da sua escolha pelo Guarani ele se declarou fã de Fumagalli e revelou que seu pai é mais um Bugrino distante de Campinas, lá na Bahia: “Meu pai é um admirador do Guarani, a gente é lá da Bahia e ele sempre tinha prazer em ver jogar os ex-craques como Neto, Djalminha e tantos outros, ele tinha prazer em ver jogar e eu sempre fui fã do Fumagalli. Tenho essa identificação com a  Torcida do Guarani que é apaixonada e a gente lá da Bahia tem esse fanatismo também. Na minha cidade não tem nenhum time profissional, então esse fanatismo, essa Torcida apaixonada me motiva muito, é um desafio que eu quero agarrar de todas as formas”.

Se apresentando como um meia armador, ele falou de suas características: “Eu me vejo mais à vontade na função de meia criador, articulador, mais por dentro atrás da linha de volantes do adversário. Eu giro com velocidade em direção aos zagueiros, então é a posição node me sinto mais à vontade. Posso jogar pelo lado, mas não sou tão eficaz quanto por dentro que é onde me sinto mais à vontade e dou mais trabalho à defesa adversária”.

Guilherme se disse pronto pra jogar se for preciso: “Estava treinando normal no Ituano, a gente parou só uma semana e voltou a treinar logo depois do troféu do interior. Estou apto, minha condição física é boa, só tem que ver a documentação, a regularização depende da CBF, mas acho que se tudo correr bem estou à disposição do técnico Umberto”.

Depois de se declarar fã de Fumagalli e da expectativa de uma longa carreira pela frente, ele falou do ídolo: “Tomara (que a carreira) seja como a do Fumagalli. Sou bem técnico como ele, ele ganha de mim na bola parada, a bola parada dele é difícil (de bater), mas estou treinado. Ele é muito técnico, muito inteligente, sai de espaços curtos, não precisa de muito espaço pra pensar e deixar o companheiro na cara do gol. Me inspiro muito nele e acho que Deus vai abençoar e vai dar tudo certo”.

Bem vindo Guilherme, grande jogador que se destacou pelo Ituano nas últimas temporadas e agora chega a um clube de camisa pesada num campeonato forte como a Série B do Campeonato Brasileiro. Escolhas na vida já mostrou que sabe fazer ao se decidir pelo lado verde e branco de Campinas!

Arrebenta, garoto!

 

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

Melhores Momentos – Vila Nova 1×1 Guarani


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima partida

Campeonato Brasileiro - Série B

Boa Esporte-MG X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

Local: Estádio Melão
Data: 20/10/2018
Horário: 16:30

 

+ Recentes

Jogos e Resultados

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.