Siga-nos

Jogos e Resultados

Mais uma derrota fora de casa – Juventude 1×0 Guarani

Publicado

em

Na fria e chuvosa Caxias do Sul o Bugre precisava vencer para acabar com a ausência de vitórias fora de casa na Série B e também para tentar encostar no G4 da competição e tinha pela frente um adversário que vinha numa campanha ruim, beirando a zona do rebaixamento.

O técnico Umberto Louzer confirmou a equipe que já era esperada, apenas uma mudança em relação ao time que venceu o CRB: Bruno Brígido; Lenon, Edson Silva, Everton Alemão e Pará; Baraka, Ricardinho e Rondinelly; Rafael Longuine e Guilherme; Anselmo Ramon.

Dentro de Campo

A queima roupa Bruno Brígido defende o chute de Elias – Imagem: Reprodução – SporTV.

Aos 02 minutos a primeira boa chance do Bugre, Micael foi sair jogando e deu a bola de presente para Pará, o lateral Bugrino dominou, invadiu a grande área, mas pegou mal ao finalizar e bateu nas mãos do goleiro Matheus perdendo uma boa oportunidade.

Apesar da primeira boa chegada, o Guarani tentava jogar na ligação direta, quase sempre com Edson Silva tentando lançamentos longos direto da defesa, proporcionando recuperações de bola perigosas ao Juventude. Aos 08 minutos a primeira ameaça real do time da casa, Elias recebeu passe na entrada da grande área pela esquerda e cara a cara com Bruno Brígido bateu cruzado, o goleiro Bugrino bem posicionado fez sua primeira grande defesa na partida.

Anselmo Ramon de fora da área leva perigo. Imagem: Reprodução – SporTV.

O troco do Bugre também veio com perigo, Lenon recuperou a bola na defesa, tocou para Guilherme que fez um belo passe para Anselmo Ramon, ele ajeitou a bola já se livrando da marcação e bateu pro gol de fora da área tentando o ângulo direito de Matheus, mas a bola saiu raspando a trave, por cima do gol.

O Bugre parecia ter achado o jeito de jogar, trocava bons passes na intermediária ofensiva e arriscava chutes de fora da área com o gramado pesado tentando surpreender o goleiro, mas mais uma vez o Juventude chegou com perigo, desta vez após uma cobrança de falta pela direita, Diones colocou a bola na pequena área, Matheus Berlotto chegou se antecipando à marcação e conseguiu desviar a bola, mas pra sorte do Bugre ela saiu à esquerda de Bruno, levando perigo.

Elias ganha de cabeça, mas faz falta em Lenon. Imagem: Reprodução – SporTV.

O Bugre não conseguia mais sair e aos 25 minutos levou um grande susto, cruzamento para a grande área, Elias subiu dentro da pequena área pela esquerda e ajeitou para Leandro Lima que jogou pro fundo das redes,mas o árbitro paralisou a jogada marando uma falta de Elias que subiu nas  costas de Lenon ao subir de cabeça na disputa da bola.

No minuto seguinte faltou pouco pro Bugre abrir o placar. Rondinelly recebeu a bola na entrada da grande área e bateu pro gol, a bola ia entrando e o goleiro Matheus caiu bem no canto baixo direito fazendo grande defesa e espalmando para o meio da grande área, Guilherme pegou o rebote e bateu também buscando o canto esquerdo, outra vez o goleiro do Juventude conseguiu a defesa, desta vez jogando a bola pra escanteio, quase o primeiro do Bugre em Caxias.

Aos 36 minutos o Juventude voltou a levar perigo, desta vez em cobrança de falta pela direita Fred bateu direto pro gol e a bola saiu com perigo, à esquerda de Bruno Brígido. Alias, o Guarani passou a cometer mais faltas a partir dos 30 minutos, numa delas Everton Alemão recebeu cartão amarelo.

Felipe Matheus recebe, passa entre os dois zagueiros Bugrinos e marca Juventude 1×0 Guarani. Imagem: Reprodução – SporTV.

E mais uma vez nos minutos finais o Bugre não segurou o resultado. Primeiro aos 44 minutos um susto quando Elias recebeu a bola na grande área e bateu forte, Bruno Brígido conseguiu fazer outra boa defesa, reboteando a bola, na sequência da jogada, pela esquerda, a bola foi enfiada no meio da defesa, entre Edson Silva e Everton Alemão que falharam feio, Felipe Matheus conseguiu dominar com liberdade, passou entre os dois zagueiros e bateu forte, sem chances de defesa para Bruno Brígido. Uma receita repetida, mais um gol nos minutos finais e o Bugre sai atrás do placar em Caxias do Sul tendo que recuperar o prejuízo na segunda etapa. Juventude 1×0 Guarani.

Depois de um primeiro tempo que se não foi excepcional, também não foi ruim, o Guarani voltou para a segunda etapa com a mesma formação precisando buscar o resultado. A boa notícia era que não chovia mais no Alfredo Jaconi.

O Bugre voltou mais aceso nos minutos iniciais, troando mais passes, ocupando o campo ofensivo e não demorou pra surgir a primeira oportunidade, troca de passes pela direita e o passe foi feito para Baraka que da entrada da grande área bateu pro gol de primeira, mas a bola saiu pela linha de fundo, aos 05 minutos.

Aos poucos o Juventude se recuperou em campo e passou a dominar a partida, com isso Umberto fez sua primeira alteração logo aos 10 minutos sacando Anselmo Ramon para a entrada de Bruno Mendes. Logo depois Lenon cometeu uma falta na intermediária e recebeu cartão amarelo e em seguida, aos 12 minutos veio a segunda alteração do Bugre, saiu Guilherme para a entrada de Erik.

Rafael Longuine recebe lançamento, sai na frente do goleiro e não chuta, perdendo um gol feito em Caxias do Sul. Imagem: Reprodução – SporTV.

E aos 13 minutos o Guarani perdeu um gol feito. Depois de uma recuperação de bola na intermediária Bruno Mendes fez um lançamento perfeito para Rafael Longuine no meio da zaga do Juventude, ele entrou em velocidade e com liberdade saiu cara a cara com o goleiro Matheus, mas não finalizou, tentou dar um drible permitindo que o goleiro saísse aos seus pés e evitasse o gol de empate. Não pode perder!!!

O troco do time da casa veio pouco depois, aos 16 minutos numa cobrança de escanteio pela direita a bola chegou na cabeça de Matheus Bertotto que cabeceou firme e forte buscando o canto esquerdo, Bruno Brígido voou para a bola e fez um verdadeiro milagre defendendo a bola em cima da linha, evitando o segundo gol do Juventude.

Aos 22 minutos outra boa chegada do Bugre, bola cruzada da direita e Ricardinho, na entrada da grande área, bateu de primeira, o chute não saiu forte, mas acabou batendo no braço do zagueiro do Juventude, jogadores do Bugre pediram pênalti, mas o árbitro não entendeu que a jogada tenha sido intencional e nada marcou.

O Bugre estava melhor em campo, mas o Juventude tentava o contra ataque e aos 25 minutos numa rápida arrancada de Felipe Mattioni pela direita Erik matou a jogada e recebeu cartão amarelo.

Bruno Mendes e Erik disputam a bola, ela sobra na pequena área e ninguém aparece. Imagem: Reprodução – SporTV.

O Bugre desperdiçou outra boa chance aos 27 minutos quando Rafael Longuine recebeu a bola pela direita e fez um bom cruzamento para a grande área, Bruno Mendes e Erik subiram disputando a bola com a zaga, ela reboteada ficou ali no meio da pequena área e ninguém conseguiu desviar até que a defesa afastasse o perigo. Aos 29 minutos foi a vez de Pará arriscar um chute de fora da grande área, a bola perigosa saiu por cima do travessão, o Bugre pressionava tentando o empate em Caxias do Sul.

Aos 30 minutos Umberto fez sua terceira alteração, saiu Baraka para a entrada de Denner.

O Juventude também era perigoso e aos 33 minutos quase ampliou depois de um cruzamento vindo da direita Ricardo jesus chegou livre de marcação dentro da pequena área pela esquerda e tocou para o gol, pra sorte do Bugre, com o gol aberto, a bola saiu raspando a trave, com muito perigo.

Sem Baraka em campo Ricardinho foi recuado e Denner passou a jogar mais como meia, muito próximo ao ataque e o Bugre até conseguia trocar bons passes, mas parava sempre na entrada da grande área, sem conseguir criar jogadas ofensivas, pelo contrário, aos 47 minutos foi o Juventude quem chegou ao gol com Ricardo Jesus que recebeu passe na grande área e finalizou de letra pro fundo das redes, pra sorte do Bugre o auxiliar paralisou a jogada marcando impedimento do volante e o gol foi invalidado.

Nem mesmo os 04 minutos de acréscimos foram suficientes para o Guarani voltar a chutar em gol ou ameaçar a meta do goleiro Matheus e assim a equipe conheceu sua quarta derrota na Série B, três delas jogando fora de casa.

Resultado péssimo para o Guarani. O Juventude que até então não sabia o que era vencer jogando em casa conseguiu vencer e o Bugre que desta vez até teve uma atuação mais firme, pagou novamente o preço pelos seus erros defensivos e sofreu um gol nos minutos finais de uma etapa de jogo. Alem disso, jogando fora de casa é inaceitável que um jogador tenha a chance de gol que teve Rafael Longuine e não finalize em gol, se ele ao menos chutasse para fora, mas abriu mão de tentar o gol, aparentemente tentando cavar uma penalidade e perdeu um gol feito, cara a cara com o goleiro.

Ao final da rodada o resultado custará posições importantes e a equipe mais uma vez volta a Campinas sem saber o que é vencer jogando como visitante. O próximo desafio também será fora de casa, na próxima terça feira o Bugre vai a Maceió enfrentar o CSA, uma das equipes que estão no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

Melhores Momentos – Vila Nova 1×1 Guarani


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima partida

Campeonato Brasileiro - Série B

Boa Esporte-MG X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

Local: Estádio Melão
Data: 20/10/2018
Horário: 16:30

 

+ Recentes

Jogos e Resultados

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.