Na Copa São Paulo o Bugre teve o jogo nas suas mãos por duas vezes na partida contra o Atlético-PR na partida válida pela segunda fase da competição.

O time começou bem, abriu o placar logo aos 03 minutos numa bela jogada pela direita, cruzamento para a pequena área, a defesa do Atlético vacilou e Ronaldo apareceu livre, quase na linha do gol para marcar o primeiro.

Aos 15 minutos o Atlético chegou ao empate. Cobrança de escanteio, a bola ficou viva dentro da grande área e na disputa o árbitro marcou pênalti, na cobrança, nenhuma chance par ao goleiro Carlos.

O Bugre foi buscar novamente o placar aos 26 minutos. Cobrança de falta de Anderson de muito longe pela esquerda, a zaga do Atlético desviou a bola, ela tocou no pé da trave esquerda e entrou. Guarani 2×1.

Mas a defesa do Bugre falhou. Aos 33 minutos Wislen tinha a bola dominada, mas errou ao tentar sair para o jogo na lateral da grande área e perdeu a bola infantilmente, no cruzamento Vitor apareceu na pequena área e marcou. Guarani 2×2 Atlético-PR.

Aos 47 minutos o Atlético chegou a marcar, mas o árbitro anulou o lance marcando impedimento.

 

Decisão nas penalidades

 

Carlos Augusto perdeu a primeira cobrança, Elias marcou, Ronaldo Cruz bateu muito mal e desperdiçou a terceira cobrança. Carlos ainda conseguiu defender a terceira cobrança de Jaderson, Wislen converteu a quarta cobrança, mas o Atletico converteu a quarta cobrança levando a decisão para a quinta cobrança.

Pablo bateu para o Bugre a bola explodiu na trave, voltou nas costas do goleiro Gabriel Mesquita e entrou. Bastava ao Atlético-PR marcar e Vitor que já havia marcado de pênalti no tempo normal deslocou o goleiro Carlos e jogou a bola no canto esquerdo.

Final de jogo, nos pênaltis o Atlético-PR eliminou o Guarani por 4×3.

No vídeo as imagens da TV FPF com os gols e as penalidades.

Marcos Ortiz

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/lwiYM65El8U” frameborder=”0″ allow=”autoplay; encrypted-media” allowfullscreen></iframe>