Sillas Leopoldo - 38 anos, Bugrino e colunista do Planeta Guarani!
Sillas Leopoldo - 38 anos, Bugrino e colunista do Planeta Guarani!

Salve galera Bugrina!

Quero começar esse nosso bate-papo fazendo um agradecimento ao Marcos Ortiz pela confiança em me convidar para participar deste retorno do Planeta Guarani, não sou jornalista, nem político. Não tenho isso de chapa A ou B, sou, como muitos de vocês, apenas torcedor. Meu muito obrigado.

Neste domingo o Guarani me fez lembrar o ontem, ah como senti orgulho de ser Bugrino.

Estávamos, como de costume, meu irmão e eu assistindo nossos grandes ídolos, aqueles que nos fizeram torcer pelo Guarani, desfilarem seus talentos pelo tapete verde do Brinco de Ouro. Conversamos muito sobre passado, presente e futuro, e também sobre por que paramos no tempo? Por que não existe mais sinergia entre diretoria e torcida?

Claro, não tiramos nenhuma conclusão concreta, apenas passamos nosso tempo apontado esta ou aquela possibilidade, este ou aquele momento da nossa história, e os inevitáveis tais “por ques”.

À noite, assistindo ao programa esportivo Resenha ESPN de grande audiência e em rede nacional pude ver novamente o quanto nosso Guarani era (no sentido de ainda é) respeitado, muitos torcem pelo nosso retorno forte e competitivo.

Neste programa estavam Luizão, Amoroso, Djalminha e Marco Antônio Boiadeiro, craques que se orgulham em dizer “Eu joguei no Guarani”, fiquei mais orgulhoso ainda pois, além de abrirem o programa falando da gente, de como éramos representativos no futebol Brasileiro, revelador de craques, mostraram respeito e esperanças de que isso um dia volte…(falaram mais de nós do que dos times grandes da capital, e nesse nosso momento isso é uma honra).

Torcida Bugrina, pergunto novamente. Porque paramos no tempo? Porque não existe mais sinergia entre diretoria e torcida?

Sem passado não há presente, e sem presente não há futuro!

Nas próximas conversaremos mais sobre liderança e gestão, temas mais rotineiros no meu dia a dia, mas por hoje, pra começarmos essa nossa convivência fica a pergunta: Por que?

“Na vitória ou da derrota hoje e sempre Guarani”

Sillas Leopoldo
Colunista – Planeta Guarani

Este texto reflete exclusivamente a opinião do seu autor