Siga-nos

Entrevistas

Por oportunidade, proximidade da família e vontade de jogar – Matheus Anjos chega ao Guarani

Publicado

em

Foto: Guarani Press.

E terminando a apresentação dos três últimos contratados para a sequência da Série B o Guarani apresentou em entrevista coletiva o meia Matheus Anjos de 19 anos, vindo do Atlético-PR.

O jogador começou sua entrevista lembrando que é de Campinas, mas foi buscar suas oportunidades em Curitiba: “Sou de Campinas, nasci aqui e minha família é toda daqui, com 13 anos sai daqui e fui pro CT do Caju lá em Curitiba e lá fiz minha base toda. Subi pro profissional no ano passado, tive oportunidades e desafios, sai daqui com 13 anos e agora a sensação de estar aqui de volta me deixa feliz por estar perto da minha família e num grande clube como o Guarani”.

Ele falou sobre como foi sua chegada ao Guarani: “Desde o ano passado eu só fiquei no time profissional e depois do campeonato Paranaense onde eu tive sequência de jogo e oportunidade de mostrar meu futebol e saímos como campeões, achei que teria mais oportunidades, mas acabou que só fiquei treinando até começar o Brasileiro de Aspirantes, pra não ficar só treinando no profissional eles viram como uma oportunidade de estar em ritmo de jogo e eu como quero estar jogando e aparecendo aceitei aquele desafio, mas ao mesmo tempo eu queria estar jogando profissionalmente como estava no passado. Quando surgiu a oportunidade do Guarani fiquei muito feliz e agora espero retribuir toda essa confiança que está sendo depositada em mim”.

Sua história é parecida com a da maioria dos jogadores daqui da cidade, não atuam pelos times locais e depois aparecem em clubes de outras cidades e de outros estados e ele lembrou como foi esse processo: “Que eu me lembre na época meu empresário chegou a entrar em contato com o Guarani e com (um outro clube de nome impronunciável neste site), mas não foi possível. Acabou que fui pro São Paulo com 10 anos, fiquei em Cotia até os 12 anos e fui dispensado porque tinha lesões, mas isso se resolveu, fui pro Atlético (PR) e passei minha vida lá”.

E ele não negou o peso de sua família na decisão de acertar com o Bugre: “Com certeza a família próxima ajuda bastante, ter a mãe e o pai próximos é um suporte que o atleta precisa e isso vai me fazer muito bem. Fui muito bem recebido pelo grupo, também percebi que é um grupo que está muito fechado e unido, estamos na briga e queremos subir e colocar o Guarani no lugar que ele deve estar”.

Ele confirmou que é meia de posição, mas também atua na lateral esquerda: “Minha posição é mais centralizada mesmo,mas como conversei com o treinador, se ele precisar eu faço pelo lado também. São grandes jogadores, mas vim aqui pra buscar minha oportunidade e estou muito motivado pra quando ela chegar poder jogar. Temos grandes jogadores, mas achoque meus diferenciais são a visão de jogo, a boa finalização, boa bola parada e espero fazer isso da melhor maneira possível pra ajudar o time”, concluiu.

Tomara que tenha oportunidades para mostrar bom futebol à Torcida Bugrina!

Marcos Ortiz

Advertisement
Advertisement

Melhores Momentos – Guarani 1×0 CSA


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima partida

Campeonato Brasileiro - Série B

Vila Nova-GO X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

Local: Serra Dourada
Data: 28/09/2018
Horário: 21:30

 

+ Recentes

Jogos e Resultados

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.