Siga-nos

Entrevistas

Rondinelly comemora retornos, lamenta ausências e espera time forte em casa no sábado

Publicado

em

Foto: Letícia Martins / Guarani Press

O meia Rondinelly falou em entrevista coletiva nesta quinta feira. Analisou a partida contra o Fortaleza, lamentou o resultado, reconheceu que não gosta do time jogando mais recuado e afirmou que espera um Guarani diferente jogando em casa contra o Sampaio Corrêa no próximo sábado.

Você pode ouvir a íntegra da entrevista coletiva, ou acompanhar os trechos mais importantes na transcrição abaixo.

 

Série B é um campeonato diferente, creio eu que um nível acima da Série A2, mas temos dado certo no nosso esquema e estilo e acho que não temos que mudar, temos que aperfeiçoar, ganhar novas formas de jogar, ter mais sabedoria pra jogar fora de casa e até mesmo em casa, como vamos enfrentar adversários mais difíceis, quando estivermos ganhando o jogo. Temos que saber administrar mais, ser mais maduros e malandros pra jogarmos a Série B”, disse o meia Bugrino.

De imediato ele bem negou o tabu de não vencer na competição desde julho do ano passado: “Eu não sabia, mas provavelmente é coisa do ano passado e não acho que temos que ter esse peso de 15 jogos sem ganhar, nós perdemos fora de casa e estamos a uma partida sem ganhar fora de casa, temos que agir naturalmente, a vitória fora de casa virá porque nossa equipe tem como trunfo atacar bastante, não tenho dúvida que quando tivermos força máxima vamos jogar fora de casa pra buscar os três pontos”.

Ainda sobre o jogo contra o Fortaleza, ele analisou a partida: “Foi atípico, a gente estava muito desfalcado, passamos uma semana com algumas incertezas e pouca produção de trabalho. Não é desculpa, é o Guarani que entra em campo independente de quantos desfalques tem, mas a meu ver fizemos uma partida que teve pontos positivos, brigamos até o final, foi uma infelicidade, ou felicidade deles acertar aquele último lance. Um empate lá mudaria todo o cenário, seria um ótimo resultado pra nós por todas as coisas que disse, pelos desfalques, mas infelizmente no futebol as coisas são movidas a resultados, se vem a vitória tá tudo certo, se tem derrota já tem certa pressão. Não encaro como pressão, mas sabemos que sábado temos que ganhar porque futebol é assim, independente de perder ou ganhar, você tem que ganhar o próximo jogo, como perdemos precisamos pontuar, vamos jogar diante do nossos torcedor e temos que nos impor pra ganharmos os nossos primeiros três pontos”.

Nós jogadores e comissão temos que assimilar o quanto antes que é um outro tipo de competição, não da tempo de lamentar, tanto na vitória quanto na derrota há sempre um próximo jogo em seguida. No futebol não se valoriza tanto o jogo fora de casa e quando joga em casa as equipes jogam sempre pra ganhar. A meu ver sempre que vamos jogar fora de casa o time automaticamente estuda mais o adversário, faz outro tipo de jogo, mais esperando do que se impondo e eu sou contra isso, tanto que lá em Fortaleza em vários momentos eu tentei falar pra equipe sair mais um pouco, estava 0x0 e não era ruim, mas quando um time pressiona e tem a bola fica mais fácil fazer o gol. Logo em seguida a tomamos o gol nós saímos e melhoramos na partida, em questão de 15 a 20 minutos talvez tenhamos feito mais do que em 50 a 60 minutos, isso serve de alerta pra gente amadurecer nesta questão, temos competência, temos um bom time pra jogar bem tanto em casa quanto pra buscar pontos fora”.

Ao contrário da Série A2, na Série B o time terá em várias rodadas uma semana inteira pra trabalhar entre os jogos, para Rondinelly algo extremamente positivo: “A vantagem é que dá tempo da comissão colocar algumas ideias que eles tem, dá pra trabalhar algumas jogadas e fazer alguns treinos específicos. É uma vantagem e nós jogadores sabemos do desgaste que é ter um tempo curto entre as partidas, mas como é um campeonato longo essa é a parte boa, mas depois tem o inverso porque jogamos sábado e depois já jogamos na terça feira. Independente disso temos que impor nosso ritmo e fazer nosso resultado jogando aqui em casa”.

“O bom de jogar em casa é o Torcedor, é o vestiário, o jogador estar acostumado com o ambiente onde se sente em casa e isso vai fazer total diferença. A Torcida comparecer, lotar o estádio e nos empurrar vai fazer total diferença, tenho certeza que será importante pra gente fazer várias vitórias em casa e isso vai fazer total diferença lá na frente”.

O meia também deixou em uma das perguntas seu recado ao atacante Bruno Mendes: “Volta logo, volta pra nos ajudar. Sabemos da importância dele, é nosso artilheiro, nosso homem gol e torcemos que volte o quanto antes porque ajuda o grupo. O Pedro jogou contra o Fortaleza, nos ajudou, fez o gol e quando teve a oportunidade contra o Votuporanguense também, marcou e mostrou pro Umberto eu pode contar com ele, é importante o jogador ganhar essa confiança, mas também é importante contar com todos, esperamos que todos estejam à disposição pro Umberto escolher o melhor pra equipe”.

Outro desfalque no ataque tem sido Erik, atacante suspenso nessas três primeiras rodadas da Série B e ele comentou sobre a mudança que isso traz ao time: “Muda um pouco em relação ao Erik e o Caíque, ele tem mais velocidade, o Caíque não tem a mesma velocidade, mas não muda tanto o esquema, o Caíque conseguiu fazer bem a função, não pesou no resultado, foi mais a questão de a gente jogar um pouco mais recuado, mas em casa vamos nos impor e fazer nossa parte ofensiva, empurrar o time pra sair lá de trás e fazer o que vínhamos fazendo no Paulista”.

Outro ponto analisado e comemorado pelo meia foi o retorno de Bruno Nazário: “Essa é a mudança mais radical de um jogo pro outro, do Erik pro Caíque não é tão radical, mas do Nazário pro Kevin muda totalmente, o Nazário joga totalmente pra frente, o Kevin tem qualidade técnica mas muda totalmente a característica, vamos ter um ganho ofensivo muito grande. Tem também o retorno do Baraka, o mais importante é o que eu disse, temos que ter todos à disposição, força máxima pra nos impormos e fazermos um grande resultado aqui no sábado”, concluiu.

 

Marcos Ortiz

Advertisement

Melhores Momentos – Goiás 1×1 Guarani


	
	
	

Clique para ativar o som

Próxima partida

Campeonato Brasileiro - Série B

Juventude-RS X Guarani FC

Campeonato Brasileiro - Série B

Local: Alfredo Jaconi
Data: 01/06/2018
Horário: 19:15

 

+ Recentes

Jogos e Resultados

Copyright © Planeta Guarani - Todos os Direitos Reservados - Permitida Divulgação Apenas com Preservação da Fonte - Desenvolvido por: OZ Sites.