32 dias após final da Série B, como está o elenco Bugrino?

32 dias após final da Série B, como está o elenco Bugrino?
Titulares e reservas na partida contra o Botafogo - Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC.
Clí­nica SOU

A última partida do Bugre pela Série B do Campeonato Brasileiro aconteceu no dia 28 de novembro, quando o Guarani entrou em campo para enfrentar o Botafogo no Rio de Janeiro ainda com chances remotas de conquistar o acesso à Série A. De lá pra cá jogadores saíram, poucos jogadores chegaram e alguns jogadores tiveram seus vínculos renovados para a temporada 2022.

Vamos conferir como está o elenco Bugrino e analisar quais as posições mais carentes do grupo, visando a estreia no Paulistão que acontece no dia 26 de janeiro, contra o São Paulo, no Brinco. Aqui falaremos dos jogadores da Lista A:

Goleiros: Gabriel Mesquita, Rafael Martins e Arthur Gaze – Os três goleiros tem contrato até o final da temporada 2022, como o regulamento do Paulistão preveja que cada clube tenha um elenco com 26 atletas contratados e, obrigatoriamente, três deles sejam goleiros, a posição está fechada. Com a lesão de Rafael Martins, tudo indica que Gabriel Mesquita inicie a temporada como goleiro titular.

Lateral Direita: Mateus Ludke e Diogo Matheus – Ambos tem contrato em vigência e a dupla de laterais direitos foi mantida em relação à temporada anterior. A posição de titular aqui será definida nos treinamentos de pré temporada.

Zagueiros: Ronaldo Alves, João Victor e Derlan – Ronaldo Alves foi o único zagueiro mantido do elenco anterior, o Bugre buscou, até agora no mercado os zagueiros João Victor (Vitória-BA) e Derlan (Chapecoense-SC) e ainda precisa de ao menos dois outros jogadores na posição, portanto, aqui ainda é difícil prever uma possível dupla titular.

Lateral Esquerda: Bidú e Eliel (Lista B) – Na lateral esquerda também tivemos a dupla mantida em relação à temporada anterior. Esta situação só mudará se Bidú for negociado, o que até agora não se tem notícia de que vá acontecer, apesar de a diretoria não negar a intenção de negociar o atleta para reforçar seu caixa na temporada.

Volantes: Bruno Silva, Índio, Eduardo Person, Madison e Pedro Acorsi – A principal ausência é Rodrigo Andrade, titular durante a temporada 2021, o volante não teve seu empréstimo renovado até o momento e provavelmente siga para o futebol Árabe. Eduardo Person e Índio, ambos com novos contratos assinados, brigam pela posição de Rodrigo Andrade neste momento.

Meias: AQUI O GRANDE SENÃO DO MOMENTO: O Guarani, até agora, não conta com nenhum meia no seu elenco de profissionais, as únicas opções seriam Caio e Déco, jogadores que estão integrados ao grupo que disputará a Copa São Paulo. Régis e Andrigo fizeram parte dos desejos de permanência da diretoria, porém tudo indica que o destino de ambos não seja o Bugre, Régis tem propostas de clubes da Série A e Andrigo tem uma negociação bem encaminhada com o futebol Sul-Coreano. É URGENTE A NECESSIDADE DE AO MENOS DOIS, O IDEAL SERIAM TRÊS, ATLETAS DA POSIÇÃO.

Atacantes: Júlio César, Maxwell e Yago – Até o momento estes são os únicos atacantes à disposição do Bugre para o início dos treinamentos que acontece nesta segunda-feira (03/01). Júlio César pode ser considerado titular pelo lado esquerdo, enquanto Maxwell e Yago brigam pela posição na direita, mas o clube não tem até o momento nenhum atacante de referência. Nos bastidores fala-se na permanência de Lucão do Break e nas negociações com o Santos para a contratação do atacante Lucas Venuto, mas dos dois, apenas Lucão pode ser chamado de atacante de referência.

Numa análise pura e simples, o que podemos verificar é que o Bugre terá que contratar minimamente oito atletas para ter um elenco capaz de disputar o Paulistão e a Copa do Brasil no início da temporada. Para nós seriam necessárias as chegadas de ao menos mais dois zagueiros, dois meias, dois atacantes de referência e dois de beirada de campo, isso contando com a permanência do jovem lateral esquerdo Bidú.

Nós tratamos os casos, por exemplo, dos meias Régis e Andrigo como contratações, pois tratam-se de atletas que não tem mais vínculo com o clube e, aso permaneçam, teriam que ser recontratados. O Guarani conta no elenco com o centroavante Rafael Costa que se recupera de cirurgia no joelho, e não sabemos precisar o prazo que o atleta levará até poder voltar às atividades sem restrições.

Neste momento o Guarani tem no seu elenco 17 atletas profissionais, lembrando que o limite do elenco é de 26 jogadores de Lista A (atletas profissionais contratados) e na Lista B (atletas ainda com idade Sub-20, devidamente vinculados ao clube) a quantidade de inscrições no Paulistão é ilimitada.

A apresentação do elenco está marcada para segunda-feira (03), quando começam os exames e testes físicos que antecedem a viagem para o período de pré temporada da equipe. O tempo está ficando curto.

Marcos Ortiz