Carta Aberta da Equipe Planeta Guarani: Ou trabalha ou vaza! Até ruindade tem limite!

Carta Aberta da Equipe Planeta Guarani: Ou trabalha ou vaza! Até ruindade tem limite!
Foto: Marlon Costa/Especial para Guarani FC..
Clí­nica SOU

O Guarani saiu de campo derrotado mais uma vez, perdeu para o pior time do Sport das últimas décadas por 2×1 e o placar do jogo mostra que não, o Guarani não saiu de campo derrotado, ele já entrou em campo derrotado.

Erro de arbitragem, sim teve. Mais uma vez o enfraquecido Guarani foi prejudicado pelo VAR ao ter um gol legítimo anulado, isso mudaria o placar, mas não mudaria o que vimos em campo em Recife. Um time absolutamente improdutivo, com jogadores titulares ruins e reservas mais ruins ainda.

Isso não é postura de time, isso não é postura de elenco, isso não é postura para o Guarani FC que, perdendo o jogo por 2×0 só foi chutar uma bola no gol adversário aos 42 minutos do segundo tempo, e pouco depois, aos 45, marcou com Nícolas Careca de cabeça. Quando todos esperavam alguma reação, a equipe simplesmente gastou o tempo tocando bola entre intermediárias, uma vergonha.

O Planeta Guarani vem a público declarar o que segue:

1 O que faz Rodrigo Pastana no Guarani FC? O superintendente de futebol chegou para remontar um elenco extremamente ruim e o que fez de prático até agora, além de mudar os armários de alguns atletas no vestiário?

Já se foram 11 dias de abertura da janela de transferência e o Guarani não anunciou um jogador sequer, sim, nenhum, porque desde a gestão Michel Alves o clube já negociava com Isaque, e a chegada de Jamerson é apenas reposição para a saída de Matheus Pereira. Pior, continuamos pagando salários pra todos os jogadores, inclusive aqueles que todos já vimos não servirem para o Guarani FC e, até agora, 18 dias após sua chegada, Pastana não conseguiu rescindir um contrato sequer, não conseguiu recolocar um atleta sequer em outra equipe, abrindo caminho para a necessária reestruturação E NÃO CONSEGUIU CONTRATAR UM JOGADOR!

2 Até quando veremos treinador chegar, treinador sair e continuarem escalando três atacantes ruins em um time ruim, com elenco ruim, um ataque improdutivo e um meio de campo nada criativo?

Tanto Mozart quanto seus antecessores estão expondo o Guarani FC ao ridículo insistindo neste esquema de jogo. Temos três atacantes em campo, um dos piores ataques da competição e uma das piores defesas. Mozart primeiro precisa ensinar seu time a marcar, e só marcando e tomando a bola do adversário tentar acertar ao menos um chute no gol, fazer 1 a 0 e fechar a casinha.

O elenco do Guarani FC não tem três atacantes em condições de serem titulares, escalar o time assim é “gastar jogador no lugar errado do campo”.

3 O presidente e todo o Conselho de Administração são culpados de toda a situação atual do Guarani FC. Todos foram incansavelmente avisados e alertados sobre a ruindade do elenco atual por todos (Torcida e Imprensa), mas cegaram-se diante de suas arrogâncias.

Ricardo Moisés passou tempo demais dizendo que seu elenco era bom e que o Guarani lutaria pelo acesso, deveria ter ouvido mais, observado mais e percebido ainda durante o Paulistão que o grupo era fraco. As carências já gritavam aos olhos de todos, mas o estado de encantamento com uma eliminação nos pênaltis para o Corinthians pesou mais do que o fato de o time só ter se livrado do rebaixamento na penúltima rodada da competição vencendo a Ferroviária por  2 a 1. A classificação veio pela incompetência de Santo André e Água Santa.

Há exatos 53 dias Ricardo Moisés foi a uma entrevista coletiva após mais uma vergonhosa derrota em casa (Guarani 0x3 Operário) e naquela ocasião garantiu a permanência e confiança em Michel Alves e Marcelo Chamusca, além disso garantiu que não mediria esforços para tirar o time desta situação: “Se for preciso contratar um ou 10 jogadores nós contrataremos”.

Tempo depois Michel Alves e Chamusca estavam demitidos (com toda justiça), mas hoje, 53 dias depois, NENHUM DOS 10 JOGADORES FOI CONTRATADO E NENHUM JOGADOR DO ELENCO BUGRINO FOI DISPENSADO OU NEGOCIADO!

CHEGA DE CORTINAS DE FUMAÇA

Após mais um empate em casa no confronto com o Brusque o treinador, sem ser provocado, declarou que o Guarani anunciaria a chegada de um “jogador de peso” e outros que viriam com perfil de “vontade de jogar pelo Guarani”. Foi além, desafiou a imprensa a descobrir quem era o “jogador de peso” com seu trabalho investigativo. Descobri no dia seguinte, era o atacante Jô.

Hoje, passada praticamente uma semana das declarações e após mais uma derrota na competição, o Guarani não anunciou NENHUMA CONTRATAÇÃO, nem de peso, nem de peso morto.

Na sua apresentação o atual treinador declarou com todas as letras que entregou ao presidente uma lista com sete jogadores que interessavam a ele na sua antiga equipe e continuavam interessando agora no Guarani. O presidente do CA me disse com todas as letras que jamais recebeu essa lista, mas estranhamente o CSA, ex time do técnico Mozart, é um dos times que mais se reforçam na janela de transferência.

Na mesma entrevista o treinador chamou de “fora de forma” o artilheiro da equipe Sub-20 e com isso justificou não utilizá-lo no time principal, mas segue escalando jogadores nitidamente fora de forma do elenco ruim que tem.

São cortinas de fumaça lançadas para tentar esconder a falta de trabalho, ou até coisa pior, falando assim sobre um atleta das categorias de base. NÓS NÃO ACEITAREMOS MAIS ISSO!

Exigimos que todas as pessoas que trabalhem no Guarani FC passem a trabalhar e justifiquem seus cargos ou salários (JOGADORES, COMISSÕES, CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E O SUPERINTENDENTE DE FUTEBOL).

Exigimos a contratação de ao menos 10 jogadores em condição de serem titulares, e essa exigência está pautada na promessa do presidente do CA Ricardo Moisés feita há 53 dias, NÃO FOMOS NÓS QUE DISSEMOS.

Exigimos a saída de ao menos 10 jogadores do atual elenco, poderia ser mais, afinal o descomprometimento com a camisa, a tradição e a TORCIDA do GUARANI FC é visível a quem quiser ver.

E POR FIM EXIGIMOS QUE O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DO GUARANI FC MOSTRE TRABALHO À TORCIDA PARA REVERTER O QUADRO ATUAL. SE NÃO TIVEREM CAPACIDADE PARA TAL QUE RENUNCIEM AOS SEUS CARGOS (TODOS. SEM EXCEÇÃO).

Rebaixamento faz parte do regulamento, quatro times vão cair. O QUE NÃO ACEITAMOS MAIS É VER O GUARANI SER REBAIXADO A CADA NOVA RODADA E NÃO VER NADA SENDO FEITO POR VOCÊS!

O GUARANI FC AINDA NÃO TEM DONO! OU TODOS VOCÊS MOSTRAM TRABALHO À COLETIVIDADE BUGRINA, OU SAIAM PELA PORTA DOS FUNDOS DA HISTÓRIA!

Marcos Ortiz e Equipe Rádio Web Planeta Guarani