Guarani x Goiás, resultado ruim em campo, comportamento perfeito nas arquibancadas e vamos em frente

Guarani x Goiás, resultado ruim em campo, comportamento perfeito nas arquibancadas e vamos em frente
Foto: Thomas Marostegan/Guarani FC.
Clí­nica SOU

Guarani x Goiás, Torcida presente, pulsando, vibrando, recebendo o time com muita honra, muito orgulho, muito amor e dedicação! Brinco de Ouro lotado, gente de fé que acredita sempre, que corre atrás, que busca desesperadamente aquilo que quer e no que acredita.

Guarani x Goiás, time em campo precisando vencer pra dar um passo importantíssimo rumo ao acesso. Durou pouco, apenas sete minutos, quando o adversário fez seu primeiro gol, e o Guarani falhou duas vezes, falhou ao não marcar o gol com Pablo, e Rafael Martins falhou numa bola defensável que entrou no seu canto esquerdo.

E o Guarani seguiu errando, e a Torcida acreditando. Tava 1×0, a gente tinha criado tantas chances que uma hora ia empatar. Era goleiro que pegava, era cabeçada que saía raspando a trave, outra saía lambendo o travessão, o Guarani bombardeava o Goiás, e a Torcida vibrava nas arquibancadas, mas o grande inimigo do Bugre apareceu de novo, a falha… falha na frente, falha atrás…

Aos 28 minutos outra falha fatal, bola cruzada pra grande área, Rafael Martins estava na bola, mas inexplicavelmente parou no meio do caminho, no segundo pau, Nícolas marcou o segundo gol. A festa que começou horas antes do jogo começar até seguiu, mas aí já era diferente, era festa de orgulho de ser Bugrino, infelizmente as cosias tinham desandado.

Até o final do jogo o Guarani perdeu mais chances, parou no goleiro, parou no quase gol. O Goiás também teve as suas, mas não precisava de mais, já havia conseguido oque veio aqui buscar. Guarani 0x2 Goiás.

Valeu? Valeu! O campeonato ainda não acabou, claro que não, tem um último capítulo que vai ser escrito no domingo. Pode ser? Pode, mas é muito difícil, eu diria que é improvável, e, no fundo, no fundo, todos nós sabemos que é.

É, faltou alguma coisa… faltou constância, não é uma partida que marca um acesso, é uma campanha, e a gente falhou em momentos decisivos que custaram caro. Claro, também teremos sempre na lembrança aquele gol mal dado, e aquele gol mal anulado lá em Goiânia, prejudicaram mesmo, e não é choro não, é fato.

Só que nem tudo é lamento, o que eu vi da Torcida Bugrina nas arquibancadas, e pelas redes sociais depois da partida, me encheu de ânimo. Vi um povo que, depois de tão cansado de sofrer, de escapar, de lutar por coisa pequena, estava extremamente orgulhoso por poder sonhar com coisa grande de novo. Claro, todos lamentamos muito, mas a imensa maioria se mostrou orgulhosa, e deu carinho, retribuiu com gratidão.

Claro que ainda falta uma rodada e que tudo pode acontecer, mas reconhecendo que dificilmente acontecerá, tenho uma esperança enorme de que isso seja um marco positivo na história do Guarani, que, se continuar se estruturando internamente, investindo, recuperando força e credibilidade a cada dia, tendo sua Torcida como seu maior aliado, voltará ao bom caminho.

Se 2021 poderia marcar o acesso do Guarani e não marcar, que marque na cabeça de cada um de nós que o Guarani é grande, é viável, e que cada um de nós é responsável por ele. O tempo dirá,mas continuar nesse caminho é essencial!

Que venha Botafogo x Guarani, mas mais do que isso, que venha também 2022, onde a gente pode encontrar um Guarani ainda maior que o de 2021. Só depende de nós. Eu, de minha parte, só posso dizer que tô feliz, não pelo resultado, mas pelo que a Torcida Bugrina me deu de presente!

Marcos Ortiz