Guarani x Vila Nova no Brinco – A hora da verdade

Guarani x Vila Nova no Brinco – A hora da verdade
Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC.
Clí­nica SOU

A campanha é extremamente ruim, o futebol apresentado até aqui é do mesmo nível da campanha, a lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro não surgiu por acaso no caminho do Guarani, foi construída em nove rodadas de futebol desgastante, pragmático, chato e praticamente sem gols marcados .

Mudança no comando, saiu Daniel Paulista e até o momento, quatro jogos depois,o Guarani não mostrou evolução, seja ela tática ou técnica, muito menos na boa e velha raça capaz de fazer um 0x0 virar 1×0 numa jogada de imposição de um time que não aceita não vencer uma partida de futebol.

O resultado disso tudo é um Torcedor triste, cabisbaixo e que nem sabe mais a que ou a quem recorrer para ver seu time reagir e fugir de uma situação absolutamente inesperada ao final da temporada passada. Erramos? Muito! Agora não dá pra seguir lamentando os erros, é hora de acertar, e o Guarani precisa acertar bastante de agora em diante pra se reequilibrar na competição e salvar a temporada Bugrina.

Na sua estreia no Brinco de Ouro o técnico Marcelo Chamusca pode promover mudanças na equipe titular,uma delas é certa, o retorno de Matheus Pereira à lateral esquerda depois de cumprir suspensão, mas segundo o portal GE Chamusca teria trabalhado com Leandro Castan ao lado de Ronaldo Alves na dupla de zaga e preservando o esquema de jogo com os três atacantes Yago, Lucão do Break e Bruno José. Sabemos que o treinador trabalhou parte da atividade no 4-3-3 e parte no 4-4-2 com Marcinho e Giovanni Augusto no meio de campo e Bruno José e Maxwell formando a dupla de ataque.

Se as mudanças são testes para o decorrer da partida ou uma alternativa para o início do jogo só saberemos quando da divulgação da escalação,mas o fato é que o Guarani precisa mudar, e a oportunidade é sempre o próximo jogo, neste caso Guarani x Vila Nova. O confronto é entre o último e o penúltimo colocado na classificação, um ponto separa as duas equipes, mas mais do que isso, a possibilidade de o vencedor deixar a zona do rebaixamento e ganhar algumas posições extremamente importantes é o “pote ao fim do arco-íris” ao apito final do árbitro.

Diante de tantas possibilidades é impossível traçar uma provável escalação titular, quem pode estar no time titular são Leandro Castan, Matheus Pereira e Rodrigo Andrade, e quem pode surgir como novidade são Marcinho e Maxwell: Maurício Kozlinski; Diogo Matheus, Ronaldo Alves, Leandro Castan (Ernando) e Matheus Pereira; Madison, Rodrigo Andrade e Giovanni Augusto; Yago (Marcinho), Lucão do Break (Maxwell) e Bruno José, entre estes jogadores estará o time titular Bugrino.

O Vila Nova, adversário Bugrino nesta 10ª rodada também trocou de comando durante a Série B e Dado Cavalcanti terá como principal trunfo o retorno de Arthur Rezende, artilheiro da equipe na temporada com 06 gols marcados.

Os goianos vem de dois empates e uma derrota nas três últimas partidas. Com dúvidas na escalação, o provável Vila Nova terá: Tony; Moacir, Rafael Donato, Renato e Bruno Collaço; Rafinha, Arthur Rezende e Matheuzinho; Pablo Dyego, Daniel Amorim e Jean Silva (Victor Andrade).

A arbitragem será dos mineiros Felipe Fernandes de Lima, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira, o quarto árbitro é o paulista Fabiano Monteiro dos Santos e o VAR terá os fluminenses Pathrice Wallace Corrêa Maia auxiliado por Carlos Henrique Cardoso de Souza.

A partida começa às 21:30, a partir das 20:45 a Rádio Web Planeta Guarani abre o pré jogo ao vivo e você é nosso convidado, basta CLICAR AQUI e acessar nossa transmissão.

Marcos Ortiz