Como livrar o Guarani de um rebaixamento? Tem tempo de sobra… temos o resto todo?

Como livrar o Guarani de um rebaixamento? Tem tempo de sobra… temos o resto todo?
Foto Original: Thomaz Marostegan/Guarani FC.
Clí­nica SOU

Quem diria que depois de tudo o que vivemos no Brasileiro de 2021 viveríamos este inferno novamente em 2022? Em seis meses o Guarani saiu de candidato ao acesso para a lanterna da Série B, mas o que nos levou a isso? Erros de planejamento, contratações e avaliações no departamento de futebol!

Em qualquer empresa um executivo que cometa tamanhos erros já teria sido demitido, no Guarani não! Mas o Guarani não é uma empresa… não, realmente não é, mas tem pregado o trabalho profissional e a organização empresarial como alicerces do seu trabalho. Quando é que o discurso vai virar prática?

O elenco Bugrino manteve uma espinha dorsal em relação ao que terminou a Série B de 2021? Vamos ver apenas entre os que constantemente estão entre titulares e não estavam por aqui ano passado: Maurício Kozlinski, Ernando, Matheus Pereira, Leandro Vilela, Madison, Silas, Giovanni Augusto e Bruno José. Vamos analisar os jogadores que mais entram em campo nas substituições: Ronald, Yago, Derlan, Nícolas Careca.

É só analisar e o argumento de que a base foi mantida cai por terra. Contratações duvidosas de jogadores que inexplicavelmente tem muitas oportunidades, as poucas exceções ficam com Kozlinski, Ernando (pelo momento atual), GIovanni Augusto (por lampejos) e Bruno José (pelo que ainda pode render), já notamos onde está o problema, e observem que mesmo nestes caso sei que serei contestado.

Michel Alves é o responsável pelo futebol do Guarani, mas o problema está além disso. Marcelo Chamusca assumiu o comando da equipe e teve uma semana para trabalhar, analisar, tentar conhecer seus jogadores, é pouco tempo, claro que é, e só por isso será momentaneamente poupado aqui. Para escalar o time ele recebeu relatos de quem permaneceu, especificamente do Superintendente e do auxiliar técnico fixo da diretoria, Ben Hur Moreira.

Certamente o que ouviu dos dois foi determinante para traçar um planejamento de jogo, e o que ele ouviu? Certamente ouviu o que nós estamos ouvindo desde o começo do ano: O elenco é bom, o grupo é forte e este é o caminho. Qual o principal erro de Chamusca? Ter dado ouvidos, e se continuar dando esta será a única vez que vou poupá-lo.

Mas a pergunta é: Como livrar o Guarani de mais um rebaixamento? Tempo há:

Em 2019 Thiago Carpini assumiu um time estraçalhado e conseguiu, mas só conseguiu de uma forma: Jogando pelo resultado, muitas vezes jogando como time pequeno. Em 2019 a campanha do Guarani nestas mesmas 9 rodadas comandado pelo recém demitido Vinícius Eutrópio e tendo Roberto Fonseca como sucessor era: 09 jogos, 04 pontos, 01 vitória, 01 empate e 07 derrotas.

Em 2020 o trabalho de Thiago Carpini, recém sucedido por Ricardo Catalá tinha os mesmos 09 jogos, 08 pontos, 02 vitórias (a segunda conquistada na nona rodada), 02 empates e 05 derrotas. E Felipe Conceição conseguiu.

Pergunto: Como eles conseguiram? Mudando absolutamente tudo o que vinha sendo feito, a começar pelo sistema de jogo. Cada um deles fez mudanças exatamente opostas ao outro, Carpini fez o time jogar pelo resultado, Conceição fez o time jogar propondo o jogo e com muita intensidade. O que ambos fizeram igual? Romperam com o modelo que vinha sendo executado.

E como o Guarani conseguirá evitar mais um rebaixamento? Mudando absolutamente tudo! A receita é a mesma, mas o que tem que começar a mudar é esse discurso de que o DNA da equipe é ofensivo. Não, não é, o DNA desta equipe montada por Michel Alves está fadado ao fracasso se continuar fazendo a mesma coisa que vem sendo feita até aqui.

Tem solução? TEM QUE TER! É preciso tirar um time titular mais cinco ou seis opções capazes de dar uma cara de time que quer reverter o que está acontecendo, é preciso se ver pequeno neste momento para atingir um objetivo pequeno que é evitar um rebaixamento, apesar de eu considerar evitar rebaixamento uma obrigação e não um objetivo.

Então como evitar um rebaixamento? Não, não é fortalecendo o grupo e dando apoio, é cobrando dos jogadores que rendam aquilo que deles se espera porque por mais que a gente relate aqui os erros cometidos na montagem do elenco e no planejamento para a disputa da Série B por parte de Ricardo Moisés, Michel Alves e Daniel Paulista, só quem pode mudar um resultado dentro de campo são jogadores, e pra isso eles tem que demonstrar ao menos vontade de mudar, mudando!

Então responda por favor como evitar o rebaixamento do Guarani? SIMPLES: MUDANDO TALVEZ DÊ CERTO, mantendo tudo o que estamos vendo por muito tempo poderá fazer ser tarde demais até pra tentar mudar.

Marcos Ortiz